INFOMAUÁ Mauá
edição 130 - Março de 2022

Aprendizado e desenvolvimento profissional: engenheira de alimentos conta sua experiência com o IMT

Karina Pimentel conheceu o curso por meio do Hands On e hoje trabalha numa das maiores empresas de alimentos do mundo

Formada no curso de Engenharia de Alimentos da Mauá, Karina Pimentel afirma que o conhecimento adquirido ao longo da Graduação fez com que ela chegasse ao cargo que ocupa hoje na Nestlé 

Formanda da turma de 2018 do curso de Engenharia de Alimentos do Instituto Mauá de Tecnologia, Karina Pimentel tem vivido uma experiência profissional ampla e repleta de aprendizados, passando por grandes multinacionais. Atualmente, a engenharia é especialista em trade marketing e merchandising, na Nestlé.

Segundo a profissional, sua facilidade com as matérias de Exatas direcionou-a para a área, e foi com um dos projetos do instituto, o Hands On, que ela se encantou pela Engenharia de Alimentos. "Quando eu comecei a procurar cursos relacionados, vi 'Engenharia de Alimentos' num daqueles almanaques de profissões e não tinha ideia do que era. Comecei a pesquisar e vi que a Mauá oferecia umas oficinas no evento Mauá Hands On. Foi então que entendi que a área engloba toda a cadeia produtiva, desde a colheita até a abertura do pacote de um alimento na minha casa, e me apaixonei", conta.

Foi no segundo ano de curso, quando realizou sua iniciação científica no campo de Engenharia de Alimentos, que a especialista se desenvolveu ainda mais. "Aprendi naquele momento a resolver problemas, fazer escolhas conscientes baseadas em fatos e dados, assim como ser responsável pela execução e planejamento do meu projeto". Com isso, Karina começou sua carreira como estagiária de planejamento estratégico na Coca-Cola Femsa, o que, com a sua graduação, trouxe-lhe novas oportunidades. "Ser estudante da Mauá na época em que estava em busca do meu primeiro emprego abriu muitas portas para mim, e todo o conhecimento que adquiri foi  ajudando-me a desenhar o meu caminho até o cargo que ocupo hoje", explica a engenheira.

Sobre a experiência, a especialista explica os diferentes caminhos aos quais a área pode levar: "Foi um primeiro passo administrativo, bem diferente do que a gente espera quando faz um curso tão 'mão na massa' quanto Engenharia de Alimentos, mas me fez entender que uma engenheira não precisa estar somente no chão de fábrica ou num laboratório.  Podemos estar por trás da estratégia, agregando os conhecimentos que adquirimos na graduação."

Depois de se tornar trainee e passar por áreas como M&A, pricing e suporte à gestão, Karina também atuou como analista financeira em planejamento, até receber a proposta para se juntar ao time Nestlé. "É uma carreira até agora bem ampla e isso me deixa muito feliz. Consegui transitar por áreas muito distintas, pelos skills que desenvolvi desde a época da faculdade, o que me tornou uma profissional com conhecimentos diferenciados e adaptável", ressalta.

Para a engenheira, o mercado de trabalho está mudando, e a procura de pessoas que tenham vontade de aprender e evoluir profissionalmente tem aumentado. "Diariamente aprendo algo novo e desenvolvo algo novo também, e isso é o que nos torna especiais no final do dia. Acredito que este seja o caminho: ser adaptável, vulnerável e proativo, as palavras do futuro", finaliza.

Instituto Mauá de Tecnologia - Todos os direitos reservados 2022 ©