INFOMAUÁ Mauá
edição 130 - Março de 2022

Mauá retorna às atividades presenciais do programa GCSP-IMT

No Brasil, o IMT é a única instituição particular no programa, que capacita profissionais para enfrentar os grandes problemas da humanidade no século 21

A Dr.ª Katie Evans, da Houston Baptist University, fez o discurso de acolhimento direto de Houston

Com o retorno das aulas presenciais, o Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) também retoma de forma presencial projetos importantes para o aperfeiçoamento dos alunos, como o Grand Challenges Scholars Program (GCSP), por exemplo, cujo objetivo é desenvolver competências específicas em futuros profissionais em formação no Instituto Mauá de Tecnologia, no caso, de Engenharia, Design e Administração.

Para o professor doutor José Carlos de Souza Júnior, Reitor do Centro Universitário da Mauá, é fundamental a participação de engenheiros na solução de problemas globais. "Além da preparação técnica, os engenheiros devem desenvolver visão de negócio e sensibilidade social. Essa combinação qualifica-os para atuar colaborativa e coletivamente no enfrentamento dos grandes desafios da humanidade", comenta o reitor.

O professor José Carlos de Souza Júnior, Reitor do Centro Universitário da Mauá, reforça a importância de engenheiros na solução de problemas globais

O professor doutor Joseph Youssif Saab Júnior, engenheiro mecânico e coordenador do programa GCSP no IMT, lembra que neste ano o programa conta com a participação de mais alunos, uma vez que a turma de 2022 se juntou à de 2021. "Neste ano, temos uma estudante de Design que se uniu ao grupo de Engenharia e, em breve, esperamos ter a presença de alunos de Administração também", diz Joseph. Mesmo com a pandemia, o programa não parou.

Em 2021, os alunos permaneceram com ensino remoto síncrono no primeiro semestre, porém isso não afetou a participação nos seminários internacionais. Com o retorno dos eventos presenciais no segundo semestre, foram iniciadas as  ações de integração dos alunos visando formar um espírito de grupo. O GCSP também marcou presença na SMILE 2021, com a apresentação de programas de duas outras universidades participantes.

O professor Joseph Youssif Saab Júnior, engenheiro mecânico e Coordenador do programa GCSP no IMT, está animado com o retorno presencial das atividades

"Com o retorno das aulas presenciais no segundo semestre de 2021, realizamos o primeiro evento presencial da nossa comunidade GCSP, que foi a cerimônia de acolhimento oficial dos alunos no programa. Nesse evento, eles foram recebidos pela Reitoria do  Centro Universitário do Instituto Mauá de Tecnologia e pela Dr.ª Katie Evans, da Houston Baptist University, que fez o discurso de acolhimento direto de Houston. Ainda no segundo semestre, os alunos apresentaram a evolução de seus projetos no I Seminário GCSP-IMT", relata Joseph.

Desafios para 2022

Neste ano, o GCSP marcará novamente presença na SMILE durante o primeiro semestre e, no segundo semestre, haverá o II Seminário GCSP-IMT. A comunidade GCSP-IMT também terá um ambiente personalizado (sala U29) para se reunir e promover a integração entre os estudantes, mentores e parceiros externos do projeto, como Engenheiros Sem Fronteiras do Núcleo ABC Paulista.

"Todos os alunos desenvolvem projetos nas quatro grandes áreas prescritas pela NAE: Sustentabilidade, Saúde, Segurança e Alegria de Viver. Esses projetos têm clara sobreposição com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Vale destacar que, para os estudantes do programa, anunciaremos mais novidades importantes no evento de acolhimento da turma de 2022,  a ser realizado durante o primeiro semestre, assim que a personalização da sala U29 estiver conclusa e a situação sanitária completamente segura para eventos sociais", afirma.

Qualquer aluno do Instituto Mauá de Tecnologia pode inscrever-se no programa durante a época anual de recrutamento e seleção (agosto a outubro). Na etapa de seleção, o candidato deve demonstrar razoável capacidade de comunicação e expressão na língua portuguesa e domínio intermediário da língua inglesa. "Esperamos ter o engajamento de 15 a 20 novos alunos por ano até totalizar 60 alunos no final do terceiro ano de envolvimento no projeto, já com os primeiros alunos se formando no Programa. Os alunos do GCSP-IMT contam com o suporte particular de um mentor por aluno e mais o comitê do projeto GCSP-IMT, constituído por cinco profissionais de diversas áreas da instituição", conclui Youssif.

Instituto Mauá de Tecnologia - Todos os direitos reservados 2022 ©